Somos donos do nosso destino. Somos capitães da nossa alma.

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Tolo Coração...


Se me foi negado o amor,

porque, então, amanhece;

porque sussurra o vento do sul

entre as folhas récem-nascidas?



Se me foi negado o amor,

porque, então, a meia noite

entristece,

com nostálgico silêncio, as estrelas?

E porque este tolo coração continua,

esperançoso e louco,

espreitando o amor infinito?